---------------------

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Peemedebista revela que Iraê comunga com o partido em torno do nome de Veneziano para 2014


Vital e Veneziano defendem um novo modelo de gestão, mais humano e participativo para o Estado

O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) em depoimento a mídia paraibana na manhã desta sexta-feira (22) destacou que as declarações da deputada estadual pelo PMDB, Iraê Lucena, em entrevista recente, onde defende, que Veneziano Vital será o nome natural do partido ao Governo do Estado em 2014, vai de encontro ao que defende os integrantes da legenda.  “Admiro Veneziano é uma grande liderança dentro do partido”, justificou a deputada.
Na entrevista, Iraê disse que não acredita numa aliança para 2014 entre o PMDB e o PSB porque a legenda hoje faz oposição ao atual modelo proposto pelo chefe do executivo estadual e que as oposições devem ser unir e lançar seu candidato.
Vital e Veneziano já revelaram que defendem a unidade no PMDB-PB como a união das oposições. , para a eleição do ano que vem. “O PMDB continua unido, forte, coeso, apesar de toda uma campanha feita pela mídia oficial, tentando criar um clima de desunião no partido”, disse Veneziano.

Veneziano agradeceu a receptividade das lideranças que vem mantendo contato nas diversas viagens que vem promovendo e disse que a grande quantidade de partidos representados evidencia o arco de alianças que as oposições formarão para 2014. “Temos mantido conversas com partidos e lideranças e vemos que há muitos insatisfeitos com o tratamento recebido atualmente do gestor estadual!”.
Falando como principal pré-candidato ao Governo do Estado em 2014 pelas oposições, Veneziano disse que a Paraíba precisa de um novo modelo de gestão, mais humano e participativo. “Precisamos restabelecer na Paraíba um tratamento respeitoso, humano. Não só com lideranças políticas, mas com o povo, que sofre hoje com esse desgoverno”.
Para Vital, o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Agra tem razão em defender a união das oposições paraibanas, seja no primeiro ou segundo turno das eleições de 2014. “Creio que este é o momento de unir forças contra o atual Governo do Estado, que já está em plena campanha. Este Governo não responde às expectativas, não elaborou um projeto com começo, meio e fim. O que temos hoje são desenvolvimentos localizados, a partir da iniciativa das próprias cidades, do poder público e da iniciativa privada. Precisamos mudar esse quadro”, afirmou Agra.
Alianças - No campo das futuras alianças, Vital disse que só não existe a possibilidade de união com partidos que estejam na base do governador Ricardo Coutinho (PSB), como o PSDB do senador Cássio Cunha Lima e o PSD do vice-governador Rômulo Gouveia. “Vamos estabelecer parâmetros com relação a isso, a população sabe votar, sabe escolher. Não adianta fazer aliança com ‘gregos e troianos’ porque a população entende que ela é oportunista. Vamos procurar lideres partidários, sindicais e da sociedade organizada que são contra este governo ditatorial”, declarou.
PR- Em recente entrevista o deputado federal Wellington Roberto (PR) revelou a oficialização de apoio do seu partido a candidatura de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-PB) a governador do estado nas eleições de 2014. Para o deputado federal que foi campeão de votos nas últimas eleições sua participação na campanha 2014 será de forma ativa e participativa campanha ao lado de Veneziano Vital do Rêgo e do senador Vital do Rêgo. “Fazer campanha ao lado de quem tem o que mostrar vai ser um enorme prazer”, afirmou o deputado republicano.
Segundo o senador Vital do Rêgo o PR se somará ao grande arco de aliança defendido pelo PMDB para que todas as legendas oposicionistas cheguem fortes, unidas e coesas nas eleições do próximo ano. Vital reafirma que uma união com o PT pode se tornar possível principalmente em função da parceria que existe em nível de Governo Federal. “O PMDB nacional apresentará o candidato a vice -presidência da República, que é o vice-presidente Michel Temer. Esperamos ter o apoio do PT em uma situação recíproca”, afirmou. O peemedebista negou que haja um acordo preconcebido nesse sentido, segundo ele a questão vai ser discutida futuramente.
Com relação ao Partido Ecológico Nacional (PEN) presidido no estado pelo deputado estadual Ricardo Marcelo, o senador revelou ainda que mantém um elo de amizade com Ricardo Marcelo, do qual fez parte da mesma geração na Assembleia. “Parabenizo o trabalho que o presidente da ALPB, tem desempenhado mantendo um posicionamento forte dos interesses da população sem se curvar aos interesses velados do chefe do executivo estadual”, afirmou o peemedebista.
PMDB- O partido segundo Vital, conta hoje com grandes nomes de prefeitos, vices-prefeitos e vereadores. Sobre 2014, Vital não tem dúvida de que o partido será vitorioso visto que construiu com unidade, a candidatura de Veneziano Vital do Rêgo, atualmente, um dos maiores líderes políticos do Estado, apontado por muitos como esperança da Paraíba em 2014.
Concordando com José Maranhão, Vital disse que o objetivo da nova executiva é fortalecer ainda mais o partido. Vital também elogiou a decisão de Maranhão de realizar simpósios a partir de março, em todas as cidades polos. Essa ação segundo ele, irá permitir discussões das problemáticas das cidades paraibanas. Além disso, o partido vai criar consultorias para orientar prefeitos que queiram elaborar planos e projetos junto ao Governo Federal.  Atualmente, o partido tem mais de 50 prefeituras no estado. “Estamos todos de parabéns, o PMDB da PB mostra sua grandeza e unidade, enfrenta discussões internas e se fortalece para as disputas em 2014”, postou.

Sem comentários:

Publicar um comentário